Você pode se casar com seu ex ou alguém do seu gosto. É a sua vida. Uma vida tão secreta e um sorriso falso não é digno de mim para ver qualquer valor disso. Sorriso falso, Promessas falsas, Falsa é tudo que me deu Falso amor. Há um pouco de traição, há pouco de dor. Sim, sua perspectiva relativa. Uma conversa aberta, um fechamento é tudo teria curado a ferida. Nós não conseguimos nada escondendo a verdade.
Pergunto-me se terei um pingo de amor-próprio porque amo um homem egocêntrico, narcisista, individualista. Características que so se tornaram evidentes depois de casarmos. Não sou perfeita mas, uma boa parte das falhas vem dele sim. Já me humilhei, já quase supliquei para que resolvessemos as coisas mas, passamos a vida a discutir e quase sempre por coisas tão banais. Ele diz que me ama mas, já não consigo sentir esse amor. Sinto-me sozinha nesta relação. Estou desesperada. Tudo o que eu mais queria era ter um casamento “normal”, ser feliz ao lado desta pessoa e senti-lo feliz ao meu lado. Estamos casados nem ha meio ano…
Meu ex terminou comigo tem 4 meses, eu literalmente não sei o que fazer, eu amo ele mais que qualquer coisa, ele é a maior prioridade na minha vida, a gente estuda na mesma sala isso me corrói por dentro cada dia mais e mais, eu não sei o que fazer. Vi um desabafo dele no facebook dizendo : EU AINDA AMO MINHA ÊX, MAS SOU TÃO BOSTA QUE MEU ORGULHO FALA MAIS ALTO, eu corri atrás dele mais de 10 vezes e ele não dava a mínima idéia, agora que ele mudou pra mesma escola que eu e estamos na mesma sala, parece que ele se decidiu, mas é tão orgulhoso que não consegue se decidir. Ele está seguindo um caminho completamente diferente do meu e tudo o que eu mais quero é que voltemos para o nosso caminho e que sejamos muito mais feliz do que éramos antes! ?
Se você é nova aqui, deixa eu te explicar. Sou publicitária, jornalista, pesquisadora e investigadora em Luto Amoroso e Relacionamentos. Em 2017 tomei um pé na bunda inesperado e resolvi unir meus anos de pesquisas e estudos com a minha facilidade com as palavras, e criei um lugar em que as mulheres pudessem encontrar apoio e ajuda quando estivessem passando por um problema amoroso, um término de namoro ou uma separação. Desde então, o UNIDAS DA FOSSA cresceu, e hoje é a primeira plataforma no mundo focada em rompimentos amorosos para o sexo feminino.
É fácil se manter calma quando é a sua vida e o seu coração que está na mão de outra pessoa para decidir se quer ficar junto ou não? Nenhum pouco. Não é fácil nem ter que lidar com a hipótese de rejeição, e nem com a ideia de ver essa pessoa que gostamos e que estamos investindo energia, sendo solteira e podendo se relacionar com outras. Exige muito autocontrole. Mas no fim das contas,  o amor é isso: empatia e calma.
Porém, se você não procurá-lo e não mostrar interesse em saber sobre o que ele está fazendo, a atitude pode causar um efeito contrário: ele fica intrigado e quer saber se você está chorando as pitangas ou se já esqueceu. Você não precisa se afastar para sempre, mas pelo menos no primeiro mês, tire um tempo para si. Não procure ele, não tente saber da vida dele e, se encontrar um amigo em comum, finja que está tudo bem. As notícias vão chegar para ele e a reação será pensar mais em você e se perguntar se tomou a decisão certa.
O meu último pé na bunda e que foi o protagonista para eu criar o UNIDAS DA FOSSA, aconteceu justamente porque eu e o meu ex-namorado brigávamos DEMAIS. Quando eu fui fazer um diagnóstico dos motivos das brigas, percebi que não tínhamos a menor compatibilidade amorosa. Que eu tentava mudar ele o tempo inteiro, que discutia por pontos da personalidade dele e que não iam mudar. Eu jamais abriria mão do que para mim é importante em um relacionamento, sei que ele não pode mudar a sua essência como pessoa, logo, jamais daríamos certo e não faria sentido nenhum cogitar voltar. Com isso, consegui seguir em frente e virar a página.
Expresse seus sentimentos. Livre-se do hábito de culpar o outro por tudo, o que pode deixá-lo na defensiva. É diferente falar: “Estou muito chateado por não ter visto você na festa ontem” e “Por que você não foi na festa ontem? Onde você se meteu?” Em vez de colocar o foco na outra pessoa, concentre-se em você. Seja dono dos seus sentimentos e expresse-os com honestidade na conversa. Pode parecer mais natural culpar ou acusar o outro, mas mantenha o foco em você e nos seus sentimentos.[9]

Bem, isso depende de quão ruim a separação foi. Obviamente, se a separação fosse realmente ruim, ela talvez não queira falar com você e você terá que ganhar o direito de obter essas respostas rápidas dela novamente. No entanto, eu diria que, na maioria dos casos, ela estará disposta a falar com você e responder muito rapidamente se a ruptura não fosse horrível.
Passem algum tempo restabelecendo a conexão. Quando começamos a namorar, passamos muitas horas conversando com a outra pessoa e descobrindo do que ela gosta — nós falamos sobre medos, interesses, coisas que amamos e coisas que detestamos. Porém, nos relacionamentos de longa data, esses diálogos podem desaparecer completamente. Nesse caso, você precisará fazer um esforço consciente para reservar tempo para conversar com a pessoa amada diariamente, reconstruindo o vínculo. Todos os dias, separe um momento a dois para ter conversas mais profundas, indo além dos problemas cotidianos.[22]
Você pode não ser um médico, mas salvou minha vida, eu estou num relacionamento que as pessoas dizem ser de “porta de escola” mas tem muito amor envolvido e realmente, eu e ele somos muito imaturos pra namorarmos e começamos a namorar há uns 8 meses, nos últimos dois meses estamos numa bola de neve e quase chegando no fim da montanha, devo confessar que cheguei aqui e sinto que as coisas podem voltar a escalar a montanha ao invés de descer, muito obrigado mesmo!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
Se você acha que será impossível lidar com as emoções dessa fase sozinha, um dos especialistas em voltar com o ex, o mestre Gabriel Vilela, pode te ajudar e te dar toda tranquilidade e suporte nessa hora. CLIQUE AQUI e conheça o trabalho dele. Muitas leitoras do UNIDAS DA FOSSA realmente conseguiram reatar os seus namoros e casamentos graças a ele.

Não se resolve nada com telepatia. Você pode estar bravo e se remoendo com alguma coisa e a outra pessoa nem fazer ideia do que se passa pela sua cabeça. Com os mais distraídos, nem cara de bravo adianta. A comunicação, portanto, é a base de qualquer relação, e a falta dela pode fazer o respeito dissipar-se em pouco tempo. Converse, conte para o seu parceiro o que te incomoda e entenda o que ele sente também. A ideia não é jogar nada na cara de ninguém, mas explicar assertivamente suas angústias e pensamentos. Ser passivo-agressivo ou reativo só vai fazer com que o efeito seja contrário e ninguém se entenda.


Fortaleça a confiança. Ela é uma parte fundamental de qualquer relação, e há maneiras de desenvolvê-la aos poucos. Ao suspeitar de que a pessoa está aborrecida, escolha se aproximar dela e não se afastar. Trate-a de um modo gentil, bondoso e compreensivo. Não fique na defensiva e tenha empatia.[14] Essa atitude é muito importante principalmente se você quiser fazer algo e perceber que a pessoa precisa de apoio. Tome a decisão de apoiá-la e deixe as suas necessidades de lado por um tempo.

Quando ambos você concorda com o acima exposto, a comunicação é a chave para corrigir um relacionamento quebrado. Como sabemos, a maioria dos problemas podem ser resolvidos através de comunicação com o seu parceiro. Esta é uma ótima maneira de transmitir os factos ea verdade ao seu parceiro, desde então, ajudar a evitar mal-entendidos e erros que são a principal causa dos rompimentos desnecessários. Além disso, ele também ajuda a oferecer o apoio, ajuda ou perdão uns aos outros que contribuem para melhorar o seu relacionamento. Ambos você precisa se comunicar honesta e abertamente, a fim de evitar mal-entendidos e ego que podem levar a quebrar seu relacionamento.


Bem, isso depende de quão ruim a separação foi. Obviamente, se a separação fosse realmente ruim, ela talvez não queira falar com você e você terá que ganhar o direito de obter essas respostas rápidas dela novamente. No entanto, eu diria que, na maioria dos casos, ela estará disposta a falar com você e responder muito rapidamente se a ruptura não fosse horrível.
olá boa noite, eu estou a 5 meses separada do meu ex namorado. e sinto muita falta dele gostaria de reconquista-lo e tentar novamente. tenho sofrido muito e gostaria de algum material que me ajudasse realmente e que eu conseguisse pelo menos contato com ele. por favor se alguem pudesse me ajudar eu estou precisando muito, e meu sofrimento só aumentado…
English: Fix a Relationship, Español: arreglar una relación, Italiano: Riparare una Relazione, Deutsch: Eine Beziehung retten, Français: sauver une relation, Русский: исправить отношения, 中文: 修复一段感情, Nederlands: Je relatie redden, Čeština: Jak spravit vztah, Bahasa Indonesia: Memperbaiki Hubungan, العربية: إصلاح العلاقة بين الزوجين, Tiếng Việt: Hàn gắn một Mối Quan hệ, ไทย: ฟื้นฟูความสัมพันธ์ให้กลับมาดีเหมือนเดิม, 한국어: 인간 관계를 개선하는 법

Vamos falar sobre rejeição amorosa? Você sabia que o sentimento de rejeição se assemelha ao da dor física? Pois é. Estudiosos afirmam que ambos ativam, inclusive, as mesmas áreas do cérebro. A sensação é uma das mais dolorosas e difíceis de lidar justamente porque quando alguém é ‘rejeitado’, se sente com menos valia e a pior pessoa do mundo, e assim a sua autoestima vai ladeira a baixo. Digo isso por ter vivido e me sentido exatamente dessa forma. Durante meus estudos de autoconhecimento e aplicando técnicas de cura em mim mesma, descobri diversos caminhos para entendê-la e recuperar o meu amor próprio e divido
Eu posso imaginar que você teve menos tempo para seus amigos quando você teve um relacionamento. Muitas vezes há piadas suficientes feitas por amigos quando um deles consegue um relacionamento. “Nós nunca vemos isso de novo! Descanse em paz! “Mas agora que você não tem mais um relacionamento, é o momento perfeito para começar com seus amigos novamente.
Concentre-se nos padrões, e não nos supostos erros da pessoa. Culpar os outros pelos nossos problemas é muito fácil, e talvez você se pegue dizendo algo como "Odeio quando você deixa as louças sujas na pia", ou seja, colocando a culpa no seu parceiro. Em vez disso, fique atento aos padrões de comportamento do casal — diga, por exemplo: "Quando esqueço de encher a máquina de lavar louça, você costuma deixar as louças sujas na pia, e elas acabam acumulando-se. Como podemos mudar essa situação juntos?".[8]
Bem, isso depende de quão ruim a separação foi. Obviamente, se a separação fosse realmente ruim, ela talvez não queira falar com você e você terá que ganhar o direito de obter essas respostas rápidas dela novamente. No entanto, eu diria que, na maioria dos casos, ela estará disposta a falar com você e responder muito rapidamente se a ruptura não fosse horrível.
Quanto terminamos desejei à ele toda a felicidade do mundo, e se a felicidade dele agora é conjunta a sua, aproveite ao invés de se incomodar comigo. Se chegamos a conclusão de que deveríamos chegar ao fim do nosso relacionamento, é porque não era pra ser, não tava dando certo, não há necessidade de ser insegura dessa forma! Se estão juntos, por meses, vocês são pra ser, e como você disse na legenda de uma foto dos dois “O que Deus uniu ninguém separa”. Não, eu não quero separar vocês, quem sou eu pra tentar destruir algo que é obra do criador?
9- Eu estava em um dilema que deveria romper com você ou deixar de lado a chamada etiqueta de relacionamento. Mantendo você me machucando diariamente, mas te deixando ir, pensei que não era fácil. Porque eu não consigo ver aquele sorriso falso, aquelas borboletas, aqueles encontros aleatórios, aqueles beijos, aqueles abraços, aquele momento em que eu envolvo meus braços ao seu redor e sentou durante horas., essas conversas, n tudo.
Fortaleça a confiança. Ela é uma parte fundamental de qualquer relação, e há maneiras de desenvolvê-la aos poucos. Ao suspeitar de que a pessoa está aborrecida, escolha se aproximar dela e não se afastar. Trate-a de um modo gentil, bondoso e compreensivo. Não fique na defensiva e tenha empatia.[14] Essa atitude é muito importante principalmente se você quiser fazer algo e perceber que a pessoa precisa de apoio. Tome a decisão de apoiá-la e deixe as suas necessidades de lado por um tempo.
×